Dia 30 de Novembro AFERAM organiza uma visita à Exposição de Max Römer

expomax

Divulgar as diferentes vertentes e abordagens da obra de Max Römer é a proposta da exposição patente no Centro das Artes – Casa das Mudas, na Calheta até ao final de novembro de 2013. Integrada no novo ciclo expositivo “Paisagem da Madeira”, a mostra comissariada pelo professor  António Rodrigues, tem mais de 400 trabalhos que pretendem revelar as três áreas a que este artista se dedicou: desenhos e as paisagens; obra gráfica, publicidade e arte decorativa e ainda a obra religiosa. Um dos seus motivos prediletos foi representar a etnografia e o folclore madeirense em telas, postais, cartazes, capas de livros entre outros suportes.

 

Max-Romer

Max Römer (1878 -1960)
Max Römer é o artista estrangeiro (Alemão) que mais pintou a paisagem e o quotidiano madeirense. Esteve radicado na Madeira de 1922 a 1960, ano da sua morte. Durante 38 anos deixou-nos um importante espólio iconográfico, que espalha-se por colecções particulares, museus e edifícios da Madeira.
Um dos seus motivos predilectos foi representar a etnografia e o folclore madeirense em telas, postais, cartazes, capas de livros entre outros suportes.
Em 2008, integrado nas comemorações dos 500 anos do Funchal foi editada a obra “O Funchal na Obra de Max Römer, 1922 – 1960”, trabalho coordenado pelo fotógrafo Rui Camacho.

Max-Romer-imgs

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Exposições, Formação, Notícias / Informações. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s