Casa do Povo da Camacha

casapcamacha

Grupo de Folclore da Casa do Povo da Camacha

CONTACTO: Casa do Povo da Camacha, Largo Conselheiro Aires de Ornelas, 9135-053 Camacha

Telefone: 291 922 118 / 92 7103683

e-mail: gfcpcamacha@gmail.com

página: www.grupofolcloricocamacha.com

Página Facebook

FUNDAÇÃO: 1 de Novembro de 1948

ENSAIOS: Segunda-feira – 21h – Casa do Povo

Nascido a 1 de Novembro de 1948, sob a orientação do Sr. Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior, com o objetivo de representar a Madeira no Concurso Internacional de Danças Populares em Madrid – Espanha, onde obteve o 2º Prémio na modalidade de Danças Mistas.
Logo de inicio teve a honra de ter como 1º Diretor artístico o ilustre Madeirense Carlos Maria dos Santos, que muito contribuiu para a projeção do Grupo quer na Região, quer além fronteiras.
Graças a um grande número de homens e mulheres que por ele passaram, o Grupo permaneceu ininterruptamente em atividade durante estes 60 anos, tornando-se assim, no mais antigo Grupo de Folclore da Região Autónoma da Madeira.
Com a alegria que o caracteriza, transmite através dos seus cantares, bailes e outras manifestações, a alma do seu povo, o sentir das suas gentes.
Num mundo de crescentes interações globais, o Grupo Folclórico da Casa do Povo da Camacha assegura a sobrevivência de um importante património cultural legado pelos seus antepassados.

Camacha
A Camacha é uma vila do Concelho de Santa Cruz, dista 10km do Funchal e situa-se a 700m de altitude, na zona montanhosa do interior da Ilha da Madeira.
Pertenceu à paróquia do Caniço até ao ano da sua criação ficando definitivamente constituída no ano de 1680.
“Parece muito antiga a denominação Camacha, supondo-se que o seu nome provenha de algum Sesmeiro ou povoador de apelido Camacho, que porventura ali possuísse terrenos ou tivesse moradia”.
É uma das freguesias mais pitorescas da Ilha da Madeira, sendo conhecida essencialmente pelas suas flores, artesanato e folclore. “Na zona baixa abundam os terrenos férteis, onde se produzem os mais variados produtos hortícolas. A Norte, a serra, onde vegetam espécies indígenas e exóticas”. Possui numerosas Quintas, muitas destas construídas por ingleses que aqui se fixaram e que tinham predileção por esta freguesia, sendo por sua influência, onde se jogou futebol pela primeira vez em Portugal.
A obra de vimes da Camacha, constitui outrora uma indústria quase privativa desta Vila, empregando famílias inteiras, cerca de 60% da população dos 7000 habitantes. A população atual ronda os 10.000 habitantes repartindo as mais diversas profissões.
Devido ao seu difícil acesso, durante muitos anos, foi uma freguesia onde se conservou um infindável leque de tradições que o Grupo Folclórico da Casa do Povo da Camacha se orgulha de recolher, preservar e divulgar.

Principais canções e danças tradicionais
Baile das Romarias
Baile das Camacheiras
Baile Pesado
Baile Corrido
Baile de Alla Moda
Brinco D’ Oito
Chama Rita da Camacha
Muito Chorei Eu
Jogo da Viuvinha está Triste
Canção da Cava
Canção da Carga
Canção das Fiandeiras
Canção das Saloias do Espírito Santo

Trajes 
Tendo o Grupo surgido com o objetivo de representar a Madeira e as suas tradições, o traje artístico escolhido, foi aquele que se generalizou por todas as freguesias do Sul da Ilha nos séculos XVIII e inícios do século XIX.
Traje Feminino:
– Camisa de linho da terra; Colete ou corpete de cor vermelha debruado a liga verde, atado à frente com um cordel amarelo, bordado à frente e atrás; Saia listada, tecida de lã, fundo vermelho com riscas na vertical; Capa curta de baeta vermelha e romeira recortada em bicos e debruada a liga verde; Carapuça azul-escuro; Bota chã com debrum vermelho no cano.
Traje de Homem:
Trajo de Seriguilha – Calça comprida de seriguilha; Colete ou Jaleco do mesmo tecido; Camisa de linho da terra; Barreto de lã de ovelha (Castanho)
Traje de Vilão – Camisa de linho da terra, mangas compridas; Calções de linho; Carapuça azul; Bota chã e Faixa de linho na cintura

Representações Nacionais: 
De Norte a Sul de Portugal Continental e Açores.

Representações internacionais: 
Pela Europa, África, América do Norte, América do Sul e Oceania.

Outras atividades
Cantar dos Reis
Jogos tradicionais da Quaresma
Exposições temáticas
Participação nas Festas do Espírito Santo
Enfeites na fonte de S. João
Fogueira de S. João
Gala de Folclore
Animação na Missa do Parto
Romagem dos Pastores na noite de Natal
Elaboração da Lapinha de Escadinha
Convívios, passeios a pé
Etc…

Publicações/Edições
– 6 Discos de vinil com 33 rotações com 4 temas cada um, gravados na década de 50/60;
– LP vinil com 12 temas gravado na década de 70;
– CD – Baile das Camacheiras gravado em 1996;
– CD – 50º Aniversário, 1998;
– Cassete de vídeo Tradições de Natal;
– Medalha comemorativa do 50º aniversário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s