Gaula

Gaula

Grupo Folclórico da Casa do Povo de Gaula

CONTACTO: Rua D. Júlia Graça França, Centro Cívico de Gaula, 9100-070 Gaula
Telefone: 963203272 / 291526241 (Casa do Povo)
e-mail: folcloregaula@hotmail.com

Página Facebook

FUNDAÇÃO: Setembro de 1978

ENSAIOS: Período de Inverno quarta-feira quinzenalmente pelas 20h no Centro Cívico.
Período de Verão: quinta-feira às 20h.

Este Grupo tem por objectivo principal, a cultura da sua terra através das danças, cantares e trajes. É membro da Casa do Povo de Gaula desde 1987. É constituído por 35 elementos, dos 6 aos 65 anos de idade, com predominância etária entre os 15 e os 30 anos.

Gaula
Gaula é uma freguesia do leste da Madeira, fundada em 13 de Setembro de 1509, pertencente ao concelho de Santa Cruz, banhada pelo oceano Atlântico. A origem do seu nome está associada às novelas de cavalaria, cuja principal figura é o Amadis de Gaula. A sua população é constituída por cerca de 5 mil habitantes que se dedicam, na sua maioria, aos serviçoes e ao sector terciário. Está dividida em duas paróquias cujos oragos são Nossa Senhora da Luz e Nossa Senhora da Graça. Gaula é também conhecida por freguesia de adelos e freguesia das amoras.

Principais canções e danças tradicionais
Chama-Rita
Brinco de Oito
Cantar os Reis
Bailinhos das romarias

Trajes 
Resumo Trajes: Os seus trajes são tecidos de lã e de linho, alguns na sua cor natural; as saias são riscadas, ora de branco e castanho, ora de várias cores. As baetas são frequentemente usadas até a década de 60. As polcas de chita, também fazem parte da indumentária feminina. Os homens trajam fato de linho, ou de seriguilha. O fato domingueiro do homem era composto por calça e casaco pretos, com chapéu preto. Para os trajes de trabalho, homens e mulheres usavam carapuça e bota chã. O lenço e a mantilha também foram usados até a década de 70.

Representações Nacionais: 
Realizou os seguintes intercâmbios culturais:
1995 – Grupo Folclórico e Etnográfico de Fermentelos – Àgueda – Aveiro;
1996 – Rancho Folclórico “Podas e Vindimas” de Arruda dos Vinhos;
1997 – Rancho Folclórico “ Os Rurais” de Água Derramada – Grândola – Setúbal; 1998 – Grupo Folclórico e Etnográfico de Corredoura – S. Torcato – Guimarães; 1999 – Grupo de Folclore da Relva – S. Miguel – Açores;
2001 – Grupo Folclórico e Etnográfico de Fermentelos – Águeda – Aveiro;
2002 – Grupo Folclórico de Fajarda – Coruche – Santarém.

Outras atividades
“Cantar os Reis”
Missas do Parto e Romagens

Publicações/Edições
Está em preparação o lançamento de um CD audio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s