OUTRAS FESTAS

0outrasfestas

Festas, feiras, mostras e festivais temáticos da Madeira …

Para além das tradicionais festas religiosas, nos últimos anos têm nascido vários eventos relacionados com temas ou produtos específicos, organizados pelo Governo Regional, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia ou Casas do Povo.

CALHETA

1lapa 2peropp

Festa da Lapa
Festa que acontece no cais do Paul do Mar, onde existem barracas com mariscos e outros aperitivos e ainda muita animação para todas as idades.
Esta festa serve de pretexto para dar maior projeção à freguesia do Paul do Mar e à própria “lapa”, um marisco de grande valor gastronómico regional, muito apreciado por madeirenses e estrangeiros. Este marisco, que pode ser consumido cru, grelhado, em escabeche, cozido junto com arroz, etc., pela sua enorme procura, tem visto a sua “apanha” controlada pelas autoridades, de modo a não provocar a extinção da espécie.

Local: Paul do Mar
Data: Julho
Organização: Casa do Povo do Paul do Mar

Festa do Pêro
Agricultores de todos os pontos da ilha da Madeira reúnem-se no mês de Setembro na freguesia da Ponta do Pargo, Concelho da Calheta, para participarem da Festa do Pêro, fruto muito famoso nesta região. Os vários produtores locais têm a oportunidade de exibir, para além deste fruto, os produtos dele derivados, como as compotas, os bolos e os doces.
Esta festa é acompanhada das habituais barracas, tornando-se num animado arraial.
O seu ponto alto é o cortejo alegórico onde os figurantes desfilam com indumentária e objetos domésticos e agrícolas usados, outrora, nas lides caseiras e na “fazenda”.

Local: Ponta do Pargo
Data: Setembro
Organização: Casa do Povo da Ponta do Pargo

CÂMARA DE LOBOS

3brigalho 4cereja 5espada 6ginga 7vinho 8castanha

Mostra do Brigalhó
Acontece no Curral das Freiras, freguesia do Concelho de Câmara de Lobos e é uma iniciativa da Casa do Povo local. O brigalhó é um tubérculo, muito semelhante ao inhame, que era confecionado naquela zona, principalmente no passado para matar a fome quando escasseava a comida. O brigalhó não necessita de ser semeado. Cresce debaixo das árvores, sendo apanhado no Curral das Freiras em Abril e Maio. Só as raízes – parecidas com o inhame – é que são comestíveis, devendo ser cozidas durante 24 horas numa panela de ferro para não arder na boca.

Local: Curral das Freiras
Data: Maio
Organização: Casa do Povo do Curral das Freiras

Festa da Cereja
Dois dias de festa no Jardim da Serra. Sábado e domingo a freguesia acolhe a tradicional Festa da Cereja que já se realiza desde 1954. Uma mostra onde pode provar as muitas variedades de cerejas que se cultivam na localidade e os seus derivados.
Esta doce celebração da colheita da cereja promete muita de animação, com música regional, comida e bebida à mistura.
No domingo, os momentos altos são o cortejo etnográfico e a entrega de prémios do Concurso da Cereja.

Local: Jardim da Serra
Data: Junho
Organização: Casa do Povo do Jardim da Serra

Festa do Peixe Espada Preto
Realizam-se na Cidade de Câmara de Lobos, as Festas de Verão e do Peixe Espada Preto. A freguesia oferece a todos quanto a visitam a possibilidade de saborear uma das mais típicas especialidades gastronómicas da Madeira, assim como dá a conhecer um pouco da atividade piscatória, as potencialidades e dificuldades do pescador camaralobense, principal interveniente, na Madeira, na faina desta espécie de peixe.
As festividades decorrem, na zona velha da Cidade. Diversos grupos e artistas animam a cidade, assim como a praça da restauração. Paralelamente à animação e gastronomia, existem outros eventos culturais e desportivos.

Local: Câmara de Lobos
Data: Junho/Julho
Organização: Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Câmara de Lobos

Mostra da Ginja 
Folclore, gastronomia, teatro e muita ginja são os grandes atrativos da Mostra da Ginja que se realiza no Curral das Freiras. Um espaço onde os produtores locais podem escoar não apenas ginjas e os seus derivados, mas outros produtos agrícolas das suas plantações.

Local: Curral das Freiras
Data: Julho
Organização: Casa do Povo do Curral das Freiras

Festa do Vinho 
Realiza-se no início de Setembro, altura em que por toda a ilha se iniciam as vindimas. Procura-se recriar e reconstituir velhos e ancestrais hábitos da população madeirense que vêm desde o início do povoamento da Ilha.
Na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, começa a festa com a vindima ao vivo. A apanha da uva, o cortejo dos vindimadores, a pisa da uva e todo o restante ritual das tradições do arraial típico madeirense, são vividos com entusiasmo quer pelos naturais quer pelos turistas.
No Funchal, decorrem diversos espetáculos alegóricos de luz, som e folclore alusivos ao vinho e às vindimas.

Local: Estreito de Câmara de Lobos / Funchal
Data: Início de Setembro
Organização: Direção Regional de Turismo

Festa da Castanha
Realiza-se todos os anos, a partir de 1983, no primeiro dia de Novembro na bonita freguesia do Curral das Freiras. Esta festa constitui uma mostra dos múltiplos aspectos culturais e tradicionais desta freguesia. Os castanheiros abundam nesta localidade e a população local aproveita exaustivamente a castanha para fins culinários. Pode provar, por exemplo, a sopa, o bolo e o licor de castanha.

Local: Curral das Freiras
Data: 1 de Novembro
Organização: Casa do Povo do Curral das Freiras

FUNCHAL

9carnaval 10flor

Festas de Carnaval
As Festas de Carnaval da Madeira, que se expressam no Grande Cortejo Alegórico que ocorre no Sábado de Carnaval, procuram manter intactas as raízes marcadamente populares. Nele participam vários grupos, com milhares de figurantes, que inundam as principais ruas do Funchal de música e alegria contagiante.
Esta é uma semana de “loucura”, de contornos saudáveis, que invade os hotéis, os bares e as discotecas, transformando-os em locais de animação contínua. Em ambiente de esfusiante alegria, fervilham iniciativas surpreendentes em criatividade e imaginação, cuja caricatura audaz se encontra representada no desfile do Cortejo Trapalhão da Terça-feira de Carnaval.

Local: Funchal
Data: Fevereiro
Organização: Direção Regional de Turismo

Festa da Flor
Celebrando a Primavera e o exuberante florescer típico da época, uma vez mais a cidade do Funchal é palco de um sumptuoso espetáculo, tanto a nível visual como do olfato.
Os festejos contam com um Mercado de Flores, na Placa Central da Avenida Arriaga, a Exposição da Flor, no Largo da Restauração e a construção de delicados tapetes florais ao longo das principais ruas do Funchal.
No Sábado, pela manhã, milhares de crianças participam no Cortejo Infantil, cada uma com uma flor para colocar num mural denominado “Muro da Esperança”, localizado na Praça do Município. A construção do muro termina com uma largada de pombos e um espetáculo infantil.
No Domingo acontece outro deslumbrante evento, o Grande Cortejo da Flor, que consiste num desfile em que centenas de figurantes e carros alegóricos alusivos à flor, atravessam sumptuosamente a cidade ao som de músicas em harmonia com a Festa, exibindo conjugações de uma multiplicidade de espécies florais típicas da ilha, deixando no ar suaves e efémeros perfumes.

Local: Funchal
Data: Abril/Maio
Organização: SRARN/SRTT

Festival do Atlântico
O Festival do Atlântico é um evento promovido pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura no âmbito do programa anual de animação turística, desde 2002. Pretende apresentar espetáculos piromusicais (conjugação de espetáculos de fogo-de-artifício com música) em todos os sábados do mês de Junho. O evento que também engloba o Festival de Música da Madeira, o qual prevê a realização de concertos em todas as sextas-feiras e sábados do mês, em locais emblemáticos do Funchal.

Local: Funchal
Data: Junho
Organização: SRARN/SRTT

Festa do Vinho
Realiza-se no início de Setembro, altura em que por toda a ilha se iniciam as vindimas. Procura-se recriar e reconstituir velhos e ancestrais hábitos da população madeirense que vêm desde o início do povoamento da Ilha.
Na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, começa a festa com a vindima ao vivo. A apanha da uva, o cortejo dos vindimadores, a pisa da uva e todo o restante ritual das tradições do arraial típico madeirense, são vividos com entusiasmo quer pelos naturais quer pelos turistas.
No Funchal, decorrem diversos espetáculos alegóricos de luz, som e folclore alusivos ao vinho e às vindimas.

Local: Estreito de Câmara de Lobos / Funchal
Data: Início de Setembro
Organização: Direção Regional de Turismo

MACHICO

11mercadoquinhentista 12semanagastmx
13uva-pc 14sidra

Mercado Quinhentista
O “Mercado Quinhentista” é um projeto sociocultural e pedagógico organizado pela Escola Básica e Secundária de Machico e pelo Município de Machico, contando com a participação ativa das associações culturais, outros estabelecimentos de ensino e de instituições sociais do concelho. Através da recriação histórica das vivências coletivas da capitania de Machico nos primeiros anos de Quinhentos, propõem-se várias atividades, muitas “cousas para mercar, para manjar, para beber e para folgar”.
Machico evidencia assim o seu espírito empreendedor e o carácter pioneiro que lhe faz jus à História. Do mesmo modo que foi na baía de Machico que atracaram os primeiros navios portugueses, que Zarco e Tristão Vaz pisaram pela primeira vez terras insulares, que se rezou a primeira missa, se edificou a primeira igreja da Ilha e se instituiu a primeira capitania do Reino, é em Machico que se desafia o presente e se aposta no turismo histórico. (http://mercadoquinhentista.wordpress.com)

Local: Machico
Data: 1º fim-de-semana de Junho
Organização: Escola B. e S. de Machico / Câmara M. de Machico

Semana Gastronómica de Machico
Com o objetivo principal de divulgar a gastronomia regional, com privilégio para as iguarias do Concelho, realiza-se na Cidade de Machico o maior evento regional desta natureza. A par da ação gastronómica propriamente dita, há lugar para outras atividades, tais como o Festival de Cocktails, Torneio de Futebol de Veteranos, Volei de Praia e Basquetebol e muita animação com artistas madeirenses e atrações musicais a nível nacional.

Local: Machico
Data: 1º semana de Agosto
Organização: Câmara Municipal de Machico

Festa da Uva e do Agricultor
Realiza-se na Freguesia do Porto da Cruz a Festa da Uva e do Agricultor no primeiro fim-de-semana de Setembro.
O Porto da Cruz celebra assim a festa dos seus agricultores e da sua produção mais emblemática – a uva americana. A animação musical é o ‘prato principal’, com as barracas de ‘comes e bebes’, típicas dos arraiais. Domingo à tarde, o cortejo etnográfico é ponto alto com a participação dos grupos de folclore do concelho.

Local: Porto da Cruz
Data: Setembro
Organização: Casa do Povo do Porto da Cruz

Mostra da Sidra
A freguesia de Santo António da Serra é palco, no mês de Setembro, da Mostra da Sidra, um evento que tem como objetivo relançar a tradição secular que constitui o fabrico desta bebida. A festa em homenagem à sidra conta com um pequeno cortejo, que inclui a pisa do pêro, bem como animação e exposições alusivas ao tema. Desde sempre, a sidra é produzida na Madeira, a partir de pêros (maçãs) de diversas variedades regionais com excelentes características para transformação e frutos que não são consumidos em fresco, por não terem valor comercial, mas que são aproveitados para este fim. Existem outras freguesias, que tradicionalmente produzem sidra, como a Camacha.
Esta bebida de baixo teor alcoólico é muito saborosa, refrescante e diurética.

Local: Santo da Serra
Data: Setembro
Organização: Casa do Povo do Santo da Serra

PONTA DO SOL

15aa 15cana 16banana

Festival Aqui Acolá
O Festival Aqui Acolá assume-se como um evento promotor de Arte, Cultura e Tradições. Na sua génese evidencia-se a pretensão em congregar as mais variadas manifestações artísticas (quanto possível) num acontecimento que se quer digno, e acima de tudo que eleve honradamente os mais nobres pergaminhos artísticos, culturais e tradicionais através dum ecleticismo estilístico pragmático assumido.  Este evento traduz-se numa oportunidade única e privilegiada de reunir as manifestações artísticas ditas clássicas (Música; Dança; Pintura; Escultura; Teatro; Poesia; Cinema), as mais contemporâneas (Fotografia; Banda desenhada; Arte digital; Arte Gráfica) e a Etnografia.

Local: Ponta do Sol
Data: Maio
Organização: CM da Ponta do Sol / Associação Retoiça / CP da Ponta do Sol / Grupo de Folclore / Banda Municipal / Associação Avesso

Feira Regional da Cana-de-Açúcar
Mostra anual da produção de cana sacarina que decorre na freguesia dos Canhas, concelho da Ponta do Sol. O programa de actividades incluí as típicas barracas de comes e bebes, muita música e animação, para além de exposições sobre a cana-de-açúcar e o processo de produção do mel de cana. Os mais activos poderão ainda participar na apanha da cana.

Local: Canhas
Data: Abril
Organização: CM da Ponta do Sol / JF da Ponta do Sol / CP da Ponta do Sol

Mostra Regional da Banana
A Freguesia da Madalena do Mar, concelho da Ponta do Sol é o palco da Mostra Regional de Banana. Este evento conta com várias formas de animação e serve para homenagear uma das principais produções agrícolas locais: a banana da Madeira.
O evento é organizado pela Casa do Povo da Ponta do Sol, e conta com os apoios e colaboração da Secretaria do Ambiente e Recursos Naturais, da Câmara Municipal da Ponta do Sol e das Juntas de Freguesia da Ponta do Sol, Canhas e Madalena do Mar e Paróquia da Madalena do Mar.

Local: Madalena do Mar
Data: Julho
Organização: Casa do Povo da Ponta do Sol

PORTO MONIZ

17semanadomar 18gado

Semana do mar
É o mais importante evento anual do Porto Moniz. Ao longo de uma semana um vasto programa de actividades envolve centenas de pessoas e milhares de visitantes do concelho. Para além da música há os jogos, concursos, actividades culturais e desportivas e os Jogos do Mar, com equipas de todos os concelhos da Região.

Local: Porto Moniz
Data: 1º Semana de Julho
Organização: Câmara Municipal do Porto Moniz

Feira Agro-Pecuária (Feira do Gado)
Organizada pela primeira vez em 1955, a Feira Agropecuária no Concelho do Porto Moniz é o principal evento regional de mostra das actividades agrícolas e de criação de gado.
São várias dezenas de expositores, associações, cooperativas e empresas ligadas ao sector que pretendem mostrar aos visitantes um pouco de todos os produtos e seus derivados além de materiais relacionados com a agro-pecuária, tais como o gado bovino e caprino.
Paralelamente a esta mostra, há ainda a gastronomia típica madeirense. Serão vários os lugares nesta feira onde os seus visitantes terão a oportunidade de experimentar e confeccionar a conceituada espetada madeirense e o bolo do caco, entre outras especialidades gastronómicas, além da conceituada “poncha”.

Local: Porto Moniz
Data: Julho
Organização: SRARN

PORTO SANTO

19aj 19colombo

Festas de São João
As Festas de São João constituem um dos maiores cartazes turísticos da ilha do Porto Santo, evento integrado nas Festas do Concelho. O ponto alto destas festas culmina com as Marchas Populares, nas quais vários grupos de figurantes vestidos a preceito desfilam pelas principais artérias da cidade, envolvida pelo som de músicas populares e pelo cheiro característico dos manjericos e das fogueiras. Paralelamente são realizadas diversas atividades desportivas e culturais, desde espetáculos musicais a torneios de golfe, de ténis e gastronomia.

Local: Porto Santo
Data: 24 de Junho
Organização: Câmara Municipal do Porto Santo

Festival de Colombo
Baseado na figura histórica de Cristóvão Colombo, intimamente relacionada com a Madeira enquanto comerciante de açúcar durante a época áurea do produto na ilha, bem como pelo seu casamento com Filipa de Moniz, filha de Isabel Moniz e de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Capitão Donatário do Porto Santo, este evento não é mais do que um tributo àquele que se viria a tornar num ilustre navegador do século XV.
Nos últimos anos optou-se por um formato de festival que tem por base a recriação histórica do quotidiano quinhentista, concretamente da época marcada pela passagem de Colombo por aquela ilha, encantando turistas e residentes.

Local: Porto Santo
Data: Setembro
Organização: Direcção Regional de Turismo

RIBEIRA BRAVA

20poncha

Mostra de Artesanato e Tradições Locais / Feira da Poncha
Várias barracas montadas na praceta da Serra de Água, oferecem as tradicionais ponchas de limão e de laranja. Poderá também provar outras iguarias locais, ao som de grupos regionais. Exposições e comercialização de artesanato local são outras propostas deste evento.

Local: Serra de Água
Data: Janeiro
Organização: Casa do Povo da Serra de Água

SANTA CRUZ

21cebola 22artcamacha
23canico 24maca 00ss

Festa da Cebola

Sendo um dos maiores cartazes da cidade do Caniço, cujo objectivo para além de ser uma homenagem a todos aqueles que escolheram como principal actividade o trabalho agrícola, é também um veículo de divulgação de um dos produtos que mais se produz na freguesia, onde o campo e a cidade, andam de mãos dadas.
Aqui poderá também aproveitar para levar para sua casa, o produto vindo directamente do produtor.
Não faltará também, a música e o folclore e os tradicionais comes e bebes.

Local: Caniço
Data: Maio
Organização: JF do Caniço

Tosquias
Os criadores de gado das serras da Camacha, em colaboração com a Junta de Freguesia local, que assume a organização e toda a logística do evento, realizam a Festa das Tosquias, na ribeira dos Boieiros.
Para além da tarefa em si de cortar a lã ao gado, pretende-se relembrar o passado, altura em que os criadores e famílias, reuniam-se em trabalho e cantorias num dia festivo.

Local: Camacha
Data: Junho
Organização: Junta de Freguesia da Camacha

“ART’Camacha” – Festival de Arte Camachense
Ao longo de uma semana, a freguesia de Camacha acolhe o Festival de Arte Camachense, evento dedicado às tradições locais. O Festival de Arte Camachense, centrado no Largo Conselheiro Aires de Ornelas, traz a Camacha para o centro das atenções regionais. Palco de grandes espectáculos, que vai desde o Folclore ao Rock. Poderá também saborear uma bebida e alguns petiscos, num dos restaurantes e bares presentes. Na Casa Etnográfica e Casa do Povo poderá ver exposições.

Local: Camacha
Data: 2ª semana de Agosto
Organização: Casa do Povo da Camacha

Noites na Promenade do Caniço / Semana Gastronómica
As noites no passeio marítimo da praia dos Reis Magos, mostra e dinamiza os sabores gastronómicos, oferecidos pela restauração local.
A animação faz parte do evento, estando a cargo de grupos musicais regionais, entre eles os de folclore e ainda Bandas Filarmónicas.

Local: Caniço
Data: Agosto
Organização: Junta de Freguesia do Caniço

Festa da Maçã
Tem lugar no Largo Conselheiro Aires de Ornelas, mais conhecido como “Largo da Achada”, a festa tradicional da Maçã, onde poderemos ver o pisar dos frutos e provar o seu delicioso sumo, com as já tradicionais barraquinhas com os comes e bebes e muita animação.

Local: Camacha
Data: Outubro
Organização: Junta de Freguesia, Casa do Povo e paróquia (São Lourenço) da Camacha

Sons e Sabores da Madeira
A Casa do Povo de Santa Cruz organiza o evento que pretende valorizar, promover e enriquecer a Gastronomia e Sons Tradicionais do Concelho de Santa Cruz e da Região Autónoma da Madeira.

Local: Santa Cruz
Data: Novembro
Organização: Casa do Povo de Santa Cruz

SANTANA

25compadres 26anona
27limao 28gastronomicasantana
Festa dos Compadres
O arranque oficial do Carnaval na Madeira, faz-se em Santana, no norte da ilha, onde os primeiros foliões saem à rua para a já tradicional “Festa dos Compadres”.
Um cortejo folião, o julgamento do compadre e da comadre e a queima, em praça pública, dos dois bonecos que os representam, depois de lida a sentença, são os pontos altos de um cartaz que, todos os anos, se socorre da sátira e da ironia para abordar os temas que marcaram a esfera política e social da Região e do país.
Enquanto o cortejo explora e faz sobressair o estilo de vida da população local, através das indumentárias, dos utensílios e instrumentos, a sentença dos compadres, em forma de peça teatral, simula um julgamento público onde a comadre e o compadre são acusados de infidelidades e de outros “pecados”, acabando por serem queimados na via pública, num ritual satírico.

Local: Santana
Data: Fevereiro
Organização: Câmara Municipal de Santana

Exposição Regional da Anona / Festa da Anona
Realiza-se no Faial, na costa norte da ilha da Madeira. Trata-se de uma exposição dedicada a este fruto a aos seus derivados, como sejam, licores, pudins, gelados e batidos, e que conta com a participação de algumas centenas de agricultores. O programa da festa conta também com animação, música e concursos, tomando a forma de um tradicional arraial madeirense.
A anona (Annona cherimola Mill) é uma planta nativa das terras altas da Cordilheira dos Andes. Espalhada pelos primeiros exploradores para diversos países de clima tropical e subtropical, encontrou na Madeira o clima ideal para reprodução, constituindo hoje um dos frutos mais cultivados na ilha.

Local: Faial
Data: Finais de Fevereiro ou inicio de Março
Organização: Casa do Povo do Faial / Comissão de Agricultores

Exposição Regional do Limão
Esta certame é uma homenagem à agricultura, ao agricultor e, particularmente, a um dos produtos característico desta localidade, o limão.
A Exposição Regional do Limão tem se caracterizado por ser uma excelente oportunidade de visita de forasteiros e de dar a conhecer as particularidades culturais, sociais e económicas do Povo e da Freguesia da Ilha.

Local: Ilha
Data: Maio
Organização: JF da Ilha / CP da Ilha

Mostra Gastronómica de Santana
Este evento decorre no espaço junto aos Paços do Concelho, onde alguns restaurantes apresentam uma ementa tradicional. A nível da animação musical, os grupos culturais do Concelho serão valorizados, revitalizando, ao mesmo tempo, aquilo que é a cultura de um povo. Esta mostra conta com o apoio das Casas do Povo locais, e várias instituições sócio-culturais do Concelho, e fora dele. Este acontecimento tem também como objectivo revitalizar tecido económico do Concelho.

Local: Santana
Data: Julho
Organização: Câmara Municipal de Santana

SÃO VICENTE

29sopas

Festa das Sopas do Campo
A Feira das Sopas de Campo é realizada em Boaventura, concelho de São Vicente. Este evento, tem sido uma forma de promover a freguesia, mostrando aos visitantes uma tradição gastronómica confeccionada a lenha. Existem várias sopas para provar, de couve, de agrião, de trigo, de tripas, passando pela sopa de abóbora, de pedra até ao caldo de galinha e as apetitosas maçarocas cozidas, acompanhadas com outros produtos da terra como o pão e vinho.
A animação está normalmente a cargo dos vários grupos das diversas Casas do Povo da Região que colaboram com a organização.

Local: Boaventura
Data: Junho
Organização: Casa do Povo de Boaventura

 

Anúncios