Ponta do Sol

folcloreps

Grupo de Folclore de Ponta do Sol

CONTACTO: Centro Cultural John dos Passos, Rua Príncipe D. Luís, 9360-218 Ponta do Sol
Telefone: 291 973 733
e-mail: gfpontadosol@gmail.com

Página Facebook

FUNDAÇÃO: 2 de Agosto de 1981

ENSAIOS: Crianças entre os 6 e os 12 anos às sextas-feiras, às 19 horas
Adultos Sábados às 19:30 no Centro Cultural John dos Passos

Foi para salvaguardar o património cultural em risco de se perder que surgiu o Grupo Folclórico da Casa do Povo da Ponta do Sol, hoje designado Grupo de Folclore de Ponta do Sol, com o objectivo de recolher, preservar e divulgar, os usos, costumes e tradições da Região Autónoma da Madeira, em particular o concelho da Ponta do Sol.

Ponta do Sol
Situada a 20 km do Funchal, Ponta do Sol é a sede de um pequeno município com 43,80 km² de área e 8 125 habitantes (2001).
O Seu Topónimo surge porque Gaspar Frutuoso refere que em 1420, João Gonçalves Zarco, em viagem de reconhecimento da costa da Madeira, atingiu uma ponta que entrava no mar e sobre a qual se avistava uma rocha que, de tão polida pela rebentação do mar, parecia iluminada pelo reflexo dos raios solares.
O orago desta freguesia é Nossa Senhora da Luz.

Principais canções e danças tradicionais
Baile “Ai Tu És Minha”
Baile Corrido
Baile da Mourisca dos Canhas
Baile da Ponta do Sol
Baile dos Canhas
Canção da Erva “Sr. António”
Jogo da Condessa
Canção do Trigo
Cantiga de Reis
Xaramba

Trajes 
No nosso grupo, estão representados vários trajes usados nos finais do século XIX e início do século XX pelas gentes do nosso concelho. Desde a vida rural à pesca, do Domingo até aos noivos, da mulher rica às pequenas saloias do Espírito Santo, de tudo isto temos já uma representação, com tecidos que vão do rude tear à mais fina cambraia.
Destaca-se no grupo o traje de baeta, de cor azul, preto e castanho, geralmente usado pela mulher casada: saia e capa em baeta debruadas, blusa de chita e lenço branco de cambraia atado debaixo do queixo.
No homem destaca-se o traje de seriguilha, um aspeto serrano (pastor e agricultor) das zonas mais altas e frias: calça e colete em seriguilha, camisa em linho, barrete de orelhas de lã de ovelha e bota chã em pele.
Temos também representado o pescador e respectiva companheira: ele com calça e camisa de estopa, pés descalços e chapéu de palha com aba larga, enquanto ela trajava saia de estopa empregada e comprida acompanhada com blusa de chita.
Uma outra curiosidade é o traje de noiva, usado no final do século XIX e cujo véu era de cor preta, simbolizando a submissão da mulher em relação ao marido através do casamento, ramo e grinalda feito artesanalmente em cera.
Também estão representadas no nosso grupo as saloias – duas meninas que acompanhavam as insígnias do Espírito Santo e respectivos festeiros por ocasião da visita Pascal. As saloias trajavam e trajam, ainda hoje, vestido branco de linho, com botões de ouro no colarinho, manga curta franzida e saia também franzida. Habitualmente o vestido é ornamentado com colares de ouro e folhas de alegra-campo verde. Sobre o cabelo trançado coloca-se uma carapuça enfeitada com colares e prendas de ouro. E, para completar o conjunto, bota chã e rica capa vermelha ornada de flores (perpétua amarela) e muitas prendas de ouro.

Representações Nacionais: 
Desde 1986, em diversos Festivais Nacionais e Internacionais de Folclore em todos os distritos do país, incluindo as Ilhas dos Açores.

Representações internacionais: 
Espanha, França e Brasil.

Outras atividades
Exposições Etnográficas
Festival de Folclore Nacional e Internacional da Ponta do Sol
Organização o I Congresso de Folclore da Madeira, em 1994 e o segundo em Maio 2001, integrado nas comemorações dos 500 anos da Ponta do Sol
Em colaboração com a Federação do Folclore Português, organizou em 2001 a 8ª Exposição Nacional de Trajes ao Vivo, na Ponta do Sol e Funchal
“Encontro Nacional de Concertinas” na Ponta do Sol, Maio 2006
Realiza o Espectáculo “Cantares de Reis da Ponta do Sol” no Auditório do Centro Cultural John dos Passos, com a colaboração das restantes associações do Centro Cultural

Publicações/Edições
Cassete áudio em 1985
CD e Cassete Áudio em 1994 com o título «Cantares da Terra do Sol»;
Em 1996, realizou um filme documentário «Costumes e Tradições da Nossa Terra»
Em Março de 2005, lançou um Filme/Documentário em DVD, sobre “A Tradição do Espírito Santo na Ponta do Sol”
Reeditou o CD “Cantares da Terra do Sol” a 02 de Agosto de 2006
Em Dezembro 2006, editou o 2º CD, denominado “Cantigas de Sempre”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s